Sistema de Arrefecimento

Atualmente os veículos, em sua maioria, são refrigerados a água. Esse processo tem a vantagem de proporcionar temperatura adequada ao motor, aquecimento rápido em tempo frio e maior resistência ao superaquecimento. O motor tem que trabalhar em uma temperatura adequada, que varia de motor para motor, mas geralmente fica perto dos 90 graus. Uma importante arma para se conseguir isso é o líquido de arrefecimento. Não se deve encher o radiador com água.Este líquido é uma mistura de água com etilenoglicol, que evita que a água ferva aos 100 graus e evita que ela se congele a zero grau. Até os 128 graus, o líquido de arrefecimento não ferve, fazendo com que a água ao redor do motor continue tirando o seu calor.

Funções do aditivo do radiador:

  • Impedir o congelamento e evitar a fervura do líquido de arrefecimento.
  • Lubrificar o eixo de acionamento da bomba d’água.
  • Prevenir corrosão nas partes metálicas do sistema.

O sistema de arrefecimento do carro não se resume somente ao radiador. É composto por três peças importantes que comandam a refrigeração do motor, são elas: a válvula termostática, o termo-interruptor e o sensor de temperatura. Estes componentes possuem uma vida útil de 30.000 km.

Deve-se, então, realizar a drenagem e limpeza do sistema, assim como a reposição do líquido ou solução (aditivo).

Os sintomas indicativos da necessidade de verificação do sistema de arrefecimento são os seguintes:

  • Líquido com cor de ferrugem ou mais claro do que quando novo.
  • Líquido baixando acima do normal.
  • Temperatura muito alta ou baixa.
  • Consumo exagerado de combustível.
  • Alteração na rotação do motor e queda de potência.

Recomendações:

  • Verifique semanalmente o nível da água no reservatório, com o veículo frio. Se tiver de completar o nível, utilize sempre água filtrada e aditivo, na proporção indicada no manual do proprietário.
  • Caso o nível de água esteja baixando muito ou com freqüência leve o veículo para uma revisão, pois poderá ter algum tipo de vazamento no sistema de arrefecimento causando um super aquecimento no motor.
  • Alguns fabricantes indicam que se faça uma limpeza total do sistema pelo menos uma vez ao ano.
  • A eficiência do líquido de arrefecimento diminui durante o uso. Troque o fluido regularmente de acordo com o manual do proprietário. Misture somente água isenta de minerais com baixos teores de sais, para evitar a formação de depósitos no sistema de refrigeração.
  • Sempre utilizar produtos de qualidade, pois produtos com baixo nível de etilenoglicol não farão a devida função.

 

 

< VOLTAR
scroll up