Correias e Rolamentos

Normalmente a troca da correia dentada deve ocorrer aos 50.000km. Mas hoje em dia, os veículos modernos estão trocando com 60.000km e alguns importados com 80.000km. Cada montadora define, no manual do proprietário, quando a troca da correia deverá ocorrer preventivamente. O tempo da troca deve ser obedecido fielmente segundo o manual do proprietário. Caso a correia dentada venha se romper o motor terá suas válvulas empenadas devido ao choque com o pistão (falta de sincronismo).

Correia Sincronizadora

A Correia Sincronizadora tem como função o sincronismo entre as válvulas e o pistão do veículo. Possui revestimento especial, dentes moldados, trama de poliamida e malha de tração em fibra de vidro.

As correias sincronizadoras, também conhecidas pelo nome de correias dentadas, surgiram nos carros de passeio a partir de 1970, para substituir as correntes e engrenagens que produziam um alto nível de ruído no motor. A função da correia sincronizadora é o sincronismo entre as válvulas e o pistão do veículo. Esse movimento coordenado resulta da ação do comando de válvulas (responsável pela entrada e saída de gases no cilindro). e do virabrequim (que transfere a força do motor às rodas).

Quando uma correia sincronizada se rompe, em geral por desgaste não constatado pelo usuário, esta sincronia de trabalho é afetada. As válvulas começam a se movimentar de forma desordenada e os pistões permanecem trabalhando. A conseqüência pode ser um grande prejuízo: os pistões e válvulas podem se chocar ocasionando o empenamento das válvulas e danos ao cabeçote. Por isso, verifique regularmente o estado das correias e troque-a conforme indicações do manual do veículo.

A Bosch oferece correias sincronizadas para as mais variadas aplicações em veículos leves e pesados.

Correia Sincronizadora em HNBR

Os novos veículos possuem motores mais complexos e potentes, trabalhando com temperaturas cada vez mais elevadas. Isso decorre da utilização de maiores taxas de compressão e do processo de combustão em crescente otimização, resultando em menor consumo de combustível, maior regime de giro e potência. Para atender os novos sistemas, foram desenvolvidas correias em HNBR, um material que possuí maior resistência para veículos que exigem mais do motor.

Hoje, a maioria dos veículos são produzidos originalmente com correias em HNBR, porém, as correias em cloropreno (borracha comum) ainda são utilizadas em algumas aplicações.

O que é HNBR?

HNBR é um elastômero de última geração resistente ao calor, ozônio e com extrema resistência à fadiga. Apesar de algumas correias terem o mesmo número de dentes, além de passo e largura similares, os fabricantes não recomendam a substituição de correias HNBR por correias de cloropreno (borracha comum), pois o motor com a correia original em HNBR foi dimensionado para exigir mais da correia e quando essa substituição acontece, a durabilidade é seriamente comprometida.

Verifique sempre o manual do veículo para efetuar a substituição correta:

A correia original do veículo é de Cloropreno

– Substituição por Correia Cloropreno = SIM
– Substituição por Correia HNBR = SIM

A correia original do veículo é de HNBR

– Substituição por Correia Cloropreno = NÃO
– Substituição por Correia HNBR = SIM

Correia V

Através do movimento do virabrequim, esta correia movimenta o alternador e a bomba de água entre outros componentes. É formada com mistura especial de borracha, possuí dentes moldados, revestimento especial e malha de tração em poliéster.

A função da correia V é movimentar dispositivos ligados ao motor do veículo, como o alternador e a bomba d’água. Para veículos equipados com itens de conforto, como por exemplo ar-condicionado ou direção hidráulica, utiliza-se correias “V” adicionais, que possibilitam o funcionamento independente destes elementos acionados pelo motor.

Correia Micro V

Assim como a modelo V, esta correia foi desenvolvida para movimentar o alternador e a bomba d’água. Sua tecnologia superior permite que uma única peça movimente diversas peças do motor.

O aumento do número de veículos equipados com itens de conforto criou a necessidade de se desenvolver a correia Micro V. Ela possibilita o emprego de uma única correia em espaços limitados e sobre altas velocidades, para o acionamento de diversos dispositivos ligados ao motor.

 

 

< VOLTAR
scroll up