Como funciona o câmbio automático? Entenda! - Blog DRSCAR

DRS Car – Serviços Automotivos

20 anos de experiência em mecânica automotiva

DRS Car – Serviços Automotivos - 20 anos de experiência em mecânica automotiva
Como funciona o câmbio automático? Entenda! - Blog DRSCAR

Como funciona o câmbio automático? Entenda!

Como funciona o câmbio automático? Entenda!

Fonte: Carros e Carros

Na hora de decidir qual carro comprar, hoje em dia temos um novo fator a levar em consideração: o tipo de câmbio do veículo. Antigamente, no Brasil, só tínhamos carros com a opção manual, mas cada vez se torna mais popular por aqui o câmbio automático. No entanto, muitas pessoas ainda não sabem muito bem como funciona o câmbio automático e isso pode acabar pesando na escolha.

Pensando nisso, nós, da DRS CAR, preparamos esse post para explicar o funcionamento do câmbio automático e por que muitos motoristas estão migrando para o conforto de não ter que trocar marchas o tempo todo. Confira!

Funcionamento do câmbio automático

A grande inovação que o câmbio automático trouxe aos motoristas é a facilidade na direção, já que a troca de marchas durante a condução do veículo não precisa mais ser feito manualmente. Inclusive, nos carros automáticos, não há o pedal da embreagem, apenas os pedais de freio e acelerador.

No câmbio manual, o desenho que aparece na marcha, geralmente, é um esquema em “H”, que indica a direção para acionar as marchas 1, 2, 3 e 4. Porém, no câmbio automático a identificação é por letras e cada uma delas designa uma função diferente, como você verá abaixo:

  • P: em inglês, o P representa a palavra “Parking”, ou “Estacionar”, em português. É quando o carro está parado, ou seja, como o motor desligado. Você pode associar o “p” à palavra “parado” também.
  • R: bem prática e fácil, é a função de “Ré” do carro.
  • N: quer dizer “Neutro”, ou seja, o que costumamos chamar de “ponto-morto“.
  • D: finalmente, o mais esperado. O “D” designa a função “Dirigir”, onde a marcha deve ficar sempre que você estiver andando com o seu carro. Quando você parar o veículo em semáforos ou engarrafamentos, o indicado é apenas frear e deixar a marcha em D, e não trocar para N como muitas pessoas fazem, equivocadamente. O N é indicado quando o carro ficar parado por um tempo maior.

Alguns veículos acompanham mais letras, com funções extras, mas isso varia muito de marca para marca.

Principais diferenças do câmbio automático

O sistema de câmbio automático tem alguns pontos que são bem diferentes do manual. Entre eles, os principais são:

  • Conjunto de embreagens: o câmbio automático funciona com conjunto de discos de embreagem que trabalham interligados. Esses discos são lubrificados pelo óleo específico utilizado no sistema.
  • Circuito hidráulico: para lubrificar o sistema, há um óleo específico dentro da caixa do câmbio automático. Este mesmo precisa ser trocado periodicamente, uma vez que afeta diretamente o desempenho do carro automático.

Saiba mais em Óleo de câmbio automático: quando precisa trocar?

  • Conversor: fica conectado à caixa e atua como uma bomba, impulsionando o óleo no sistema hidráulico do câmbio automático.

Agora que você já entende melhor como funciona o câmbio automático, fica mais fácil de bater o martelo sobre se ele é, ou não, o tipo ideal para a sua necessidade. E, não se esqueça: sempre que precisar de serviços de manutenção e revisão do seu carro, conte com a equipe de especialistas da DRS Car!

Categoria: Dia a dia

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*


9 − = sete