Quantos Km Dura Pastilha de Freio? Confira! - DRS Car |

DRS Car – Serviços Automotivos

20 anos de experiência em mecânica automotiva

DRS Car – Serviços Automotivos - 20 anos de experiência em mecânica automotiva
Quantos Km Dura Pastilha de Freio? Confira! - DRS Car |

Quantos km dura pastilha de freio?

Imagem mostrando pastilha de freio de carro

Fonte: 4tunning

A pastilha de freio é uma peça de extrema importância para a segurança do condutor e dos passageiros de um veículo. Trata-se da parte do sistema de frenagem que é responsável por pressionar o disco quando o freio é acionado, fazendo o carro parar. E, como qualquer outra peça automotiva, a pastilha de freio também tem uma vida útil e deve ser trocada de tempos em tempos.

Acontece que muitos motoristas não sabem ao certo quantos Km dura pastilha de freio e como saber que chegou a hora de trocar essa peça. Se esse é o seu caso, não se preocupe! Nós, aqui da DRS CAR, separamos algumas dicas para que você entenda melhor. Confira!

Quanto dura uma pastilha de freio?

Como você deve imaginar, a vida útil de uma pastilha de freio pode variar de acordo com diversos fatores. Em primeiro lugar, leva-se em consideração as orientações vindas do manual do fabricante do seu veículo. Ali, normalmente vem indicada uma quilometragem específica para realizar a revisão do sistema de freio e, se preciso, a troca das pastilhas.

Claro, essa quilometragem pode variar de montadora para montadora, mas em geral recomenda-se fazer uma manutenção preventiva a cada 10 mil km. Na prática, a pastilha de freio pode durar menos (e às vezes até mais) que o esperado, dependendo principalmente da forma que você usa o seu veículo no dia a dia. Mas tenha em mente que, por volta dos 30.000 a 40.000 Km a troca será inevitável.

Na imagem, pastilha de freio de carro desgastada.

Fonte: Cultura Mix

E além da vida útil estimada, é importante estar atento aos sinais de desgaste precoce da pastilha e do sistema de freio como um todo. Alguns carros são equipados com um indicador no painel que mostra que a pastilha está gasta e deve ser trocada. Mas, para quem não conta com esse sistema, uma boa forma de saber se há problemas é pela audição.

Sim, é isso mesmo. Quando a sua pastilha começar a apresentar desgaste geralmente pode-se notar um barulho estranho toda vez que acionar o freio, algo parecido com um ruído metálico. Se isso acontecer, é um bom indício de que chegou a hora de trocar a pastilha do freio.

O que se deve fazer então?

Bem, agora que você já sabe em média quantos km dura pastilha de freio, a melhor forma de saber que não tem mais jeito e ela deve ser trocada é fazendo uma revisão programada. A manutenção preventiva é essencial para garantir a sua segurança e só mesmo um especialista de sua confiança poderá analisar o sistema de freio do seu carro e determinar o melhor caminho.

Aqui, na DRS CAR, contamos com uma equipe altamente especializada que está a sua disposição para melhor atendê-lo e tirar todas as suas dúvidas. Precisando trocar a sua pastilha de freio ou qualquer outro tipo de revisão no seu veículo, conte conosco e solicite um orçamento!

Quantos Km Dura Pastilha de Freio? Confira! - DRS Car |

Melhor óleo para motor: saiba como escolher!

Na imagem, conteúdo de embalagem de óleo para motor sendo despejado.

Fonte: UDN

O óleo lubrificante é um componente muito importante na manutenção de um carro. É ele que vai garantir o bom funcionamento do seu motor, diminuindo o atrito entre as peças e evitando o desgaste precoce. Além de várias outras vantagens, como manter a temperatura ideal e a limpeza dos componentes, prevenindo a corrosão.

É por esses e outros motivos que, quando chega a hora de trocar o óleo do seu carro, é indispensável contar com lubrificantes de qualidade. Quer saber como escolher o melhor óleo para motor? Então confira as dicas que nós, aqui da DRS CAR, separamos para você!

Você também pode gostar de: Troca de óleo – teoria e prática!

Como saber qual é o melhor óleo para o motor do meu carro?

O primeiro passo para descobrir qual é o óleo ideal para o motor do seu veículo. Parece até meio óbvio, mas é muito importante: checar o manual do proprietário. Afinal, ninguém entende melhor sobre o seu carro e o que ele precisa do que o fabricante, não é mesmo? Nesse manual, você encontra informações muito importantes que vão ajudar na escolha, como:

  • o tipo de óleo ideal (mineral, sintético ou semissintético);
  • os testes de viscosidade (sigla SAE);
  • e o desempenho do óleo (sigla API ou ACEA);

Para ficar ainda mais fácil, nós, da DRS CAR, vamos explicar um pouco mais o que é cada um dos itens acima e como identificá-los. Confira abaixo!

Na imagem, óleo sendo despejado em motor de carro

Fonte: Fortune

Tipos de óleo

A primeira coisa que você deve saber sobre o lubrificante do seu carro é o tipo de material que ele deve ser feito. Basicamente, existem três tipos com características e funcionalidades diferentes:

  • Óleo mineral: é obtido pela separação de componentes do petróleo, resultando em uma mistura de vários compostos. Possui preço mais em conta que os outros tipos, mas não é o mais utilizado.
  • Óleo sintético: feito a partir de reações químicas, o que permite um maior controle na fabricação e a obtenção de produtos mais puros. Costuma funcionar melhor tanto em baixas como em altas temperaturas. Aliás, esse é o tipo de óleo mais recomendado pelas montadoras!
  • Óleo semissintético: basicamente é aquele que mistura proporções dos dois tipos, mineral e sintético. Assim, é possível reunir as melhores características de cada um com ótimo custo-benefício.

Teste de Viscosidade (SAE)

No manual, você também encontra uma especificação sobre o tipo de viscosidade que o óleo deve ter. Essa informação é indicada pela sigla SAE (de Society of Automotive Engineers), seguida por dois números separados por um W (exemplo: SAE 5W40).

São eles que indicam a temperatura mais baixa e mais alta que o óleo suporta, evitando o consumo excessivo ou o baixo desempenho.

Teste de Desempenho (API ou ACEA)

Outras duas especificações que podem classificar o desempenho do óleo para motor são as das siglas API e ACEA. A API pode ser classificada em SN, SM, SL, SJ, etc. Já a ACEA, em carros de passeio, é representada pela letra A seguida de números que indicam o tipo de motor e o uso.

Com essas informações em mãos, é possível saber qual melhor óleo para motor que atenderá às exigências do seu modelo e promoverá lubrificação na medida exata! E quando precisar de uma troca de óleo, lembre-se de contar com a ajuda de profissionais especializados.

Aqui, na DRS CAR, nossa maior preocupação é com a integridade do seu veículo e com a sua segurança. Quer saber mais sobre os nossos serviços? Entre em contato e solicite um orçamento!